VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

O Blog Grupo Renascer Camocim Deseja a todo um Feliz Ano Novo



"Quem poderia acusar os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? Cristo Jesus, que morreu, ou melhor que ressuscitou, que está a mão direita de Deus, é quem intercede por nós!" (Rom 8,33-34).



Seja Bem-vindo 2014
Seja Bem-vindo Espírito Santo


Não há nenhuma acusação para aqueles que estão no Senhor, 2013 foi marcado pelo poder de Deus em em nossas vidas, louvado seja Deus. Oramos  e confiamos que 2014 será o ano da graça e do Senhorio de Jesus para nossas famílias.


Este ano gritamos  para que todos ouçam principalmente as forças do mal espalhadas nos ares que na RCC Camocim e nas casas daqueles que participam do Grupo Renascer: "Jesus Cristo é o Senhor"
" Tudo concorre para o bem daqueles que esperam no Senhor.
Esperamos  ansiosos as novidades de Deus para nossa vida neste ano que vem chegando, proclamamos  e profetizamos  um ano de VITÓRIA em nome de Jesus.
Agradecemos aos nossos servos fiéis que foram instrumentos do Espírito Santo na Evangelização e a todos Nossos Visitantes do Blog para que o Senhor Derrame Benção em Abundância!   


Que venha 2014!
Que venha as bençãos!
Que venham as almas para Jesus!
Que se abram os reservatórios dos ceús!
  São os votos do Blog Grupo Renascer Camocim.

Dia da Paz

Dia da Paz

A última Grande Guerra terminou em 1945, mas desde então, os focos de lutas e ódios não foram extintos totalmente. Sabe-se do troar dos canhões, em várias partes do mundo, com um rastro de sangue, sofrimentos e luto.


No entanto, a paz é a grande aspiração de cada pessoa e sua ausência é sinônimo de todos os males. As lutas armadas continuam; às vezes, aparecem nas páginas dos jornais, nos noticiários, quando não permanecem no esquecimento. Nestes casos, o silêncio acoberta os horrores do que é divulgado nos meios de comunicação social.


Há um outro aspecto desse mal: ele atinge as famílias e o íntimo do indivíduo. Num lar dividido, a convivência hostil é uma enfermidade dolorosa e expressa uma síntese do entre choque existente entre nações ou nas guerrilhas, dentro de um país. O mesmo se diga de cada um de nós, quando a consciência recrimina os desvios cometidos, e o sentimento doloroso daí decorrente, se não leva à morte do corpo, poderá acarretar a perda do bom relacionamento com Deus.

Nossa vida se passa no tempo...


 http://www.aleteia.org/image/pt/article/nossa-vida-se-passa-no-tempo-5832330572726272/cuidar-da-natureza/topic

por Frei Almir Ribeiro Guimarães

Tudo passa. Há, é verdade, tempo para tudo. Urgente, no entanto, viver intensamente o momento presente. Há o tempo do trabalho e do descanso. Não se haverá de exagerar nem no descanso, nem no trabalho. Descansar demais pode querer dizer indolência e preguiça e trabalhar demais leva ao estresse e ao desequilíbrio interior.

Há o tempo de embalar a criança no berço, de cantar cantigas de ninar e há o tempo de comprar peras d’água e torradas para o avô que foi operado do estômago.

Há o tempo de arrumar bolsas e sacolas com tudo o que for necessário para passar uns dias na praia. Há o tempo de ficar em casa para que os filhos estudem as lições que foram sendo deixadas de lado.

Há o tempo de se ficar em silêncio lendo um salmo no canto da sala e o tempo de remexer a terra no quintal e mudar a terra dos vasos de gerânios.

Papa Francisco e o testamento da sua avó Rosa

http://www.aleteia.org/image/pt/article/papa-francisco-e-o-testamento-da-sua-avo-rosa-5252460192989184/bergoglio-family_pt/topic 

Um trecho do testamento da avó de Jorge Mario Bergoglio ajuda a entender a personalidade do Papa"Minha avó Rosa (...) significou muito para mim. No meu breviário, tenho o seu testamento e o leio com frequência: para mim, é como uma oração", revelou o Papa há alguns meses, em sua entrevista ao jesuíta Antonio Spadaro. E acrescentou: "É uma santa que sofreu muito, também moralmente, e sempre seguiu adiante com coragem".

Em um livro que acaba de ser publicado em italiano, "As flores do Papa Francisco", o vaticanista Andrea Tornielli nos oferece um fragmento desse precioso testamento:

“Que os meus netos, a quem dei o melhor de mim mesma, tenham uma vida longa e feliz. Mas se um dia a dor, a doença ou a perda de um ente querido os encher de aflição, que não se esqueçam jamais que um suspiro diante do Tabernáculo, onde se guarda o maior e mais venerável dos mártires, e um olhar a Maria ao pé da cruz, podem fazer cair uma gota de bálsamo sobre as feridas mais profundas e dolorosas.”

Essa mesma avó dizia ao futuro Papa: “A mortalha não tem bolsos”, ou seja, ninguém leva nada consigo quando morre.

Natal na Catedral de Colônia, Alemanha: ativista do ‘Femen’ profana altar diante do Cardeal.


femen
Pouco depois do início da Missa matutina de Natal, na Catedral de Colônia, a ativista do Femen Josephine Witt (20) arrojou-se da primeira fileira e pulou em cima do altar vestindo apenas uma roupa íntima. Ela havia pintado a expressão “Eu sou Deus” em seu peito. A mulher foi retirada das vistas do Arcebispo Cardeal Joachim Meisner pelo serviço de segurança da Catedral.
Witt, que se autodenomina “Markmann”, tornou-se conhecida através de diversos protestos do Femen, incluindo um protesto contra Wladimir Putin. No final de maio ela fez parte das ativistas do Femen que foram presas e condenadas a quatro meses de prisão após protestarem nuas na Tunísia. As mulheres foram liberadas com ajuda diplomática em junho de 2013.
Segundo informações da polícia, até o início da celebração católica, Witt estava sentada na primeira fileira, vestindo um casaco de couro, um vestido e um lenço na cabeça. Por volta das 10:05h, ela despiu-se, puxando o vestido por baixo e pulou em cima do altar.

Mais de 70 mil cristãos mortos por causa da fé em 2013.


266x220-20110321082412-igreja[1]

Em 26 de dezembro a Igreja recordou a memória de Santo Estêvão, o primeiro mártir, que morreu apedrejado pedindo a Deus que não imputasse este pecado aos seus assassinos. Não somente nos séculos passados, mas também hoje tantos cristãos são mortos por causa de sua fé. Algumas estimativas indicam cerca cem mil cristãos mortos devido à fé em 2013.
Sobre isto, a Rádio Vaticano conversou com o Coordenador do Observatório da Liberdade Religiosa na Itália, Massimo Introvigne:
R: “A estatística é muito controvertida. Houve até mesmo uma polêmica entre Todd Johson – talvez o melhor expert em estatística – e a BBC. Tudo depende de algumas situações africanas, em particular o Congo, e agora também o Sudão do Sul, e de quantos mortos nestas situações podem ser considerados como pessoas mortas por causa de sua fé, no que Johnson chama ‘uma situação de testemunho’. Os dados finais de 2013 serão conhecidos nos primeiros meses de 2014, mas é provável que, diminuindo um pouco o número de cristãos mortos na África, a cifra pode cair dos 100 mil para 70 ou 80 mil”.

Católicos e evangélicos se reúnem em ação social na Cracolândia e celebram o Natal junto a dependentes químicos

Católicos e evangélicos se reúnem em ação social na Cracolândia e celebram o Natal junto a dependentes químicosA região da Cracolândia em São Paulo é uma das áreas mais problemáticas da capital paulista devido ao alto número de dependentes químicos nas ruas.
Neste Natal, uma ação conjunta entre católicos e evangélicos mostrou que o esforço de recuperação das pessoas que buscam drogas no local dá resultados.
Os católicos da Missão Belém e os evangélicos do projeto Cristolândia, projeto sustentado pela Junta de Missões Nacionais, ligada à Convenção Batista Brasileira organizaram a distribuição de lanches, panetones e sucos aos moradores de rua.
Além disso, a Missão Belém apresentou um auto de Natal, com a representação do nascimento de Jesus, e o projeto Cristolândia reuniu ex-moradores de rua que foram atendidos pela iniciativa num coral que interpretou uma cantata.

Sagrada Família de Nazaré

Sagrada Família de Nazaré
Ao celebrarmos a solenidade da Sagrada Família, queremos estar em comunhão com todas as nossas famílias, desejando que a família de Jesus, Maria e José, imagem modelo de toda família humana, ajude cada um a caminhar no espírito de Nazaré; ajude cada núcleo familiar a aprofundar a própria missão civil e eclesial, mediante a escuta da Palavra de Deus, a oração e a partilha fraterna da vida. E que Maria, Mãe do amor formoso, e José, Guarda do Redentor, nos acompanhem a todos com a sua incessante proteção.


O papa Paulo VI, quando de sua visita à Terra Santa, recordou em Nazaré o que é a “família, sua comunhão de amor, sua beleza simples e austera, seu caráter sagrado e inviolável. Aprendamos de Nazaré o quanto a formação que recebemos é doce e insubstituível: aprendamos qual é a sua função primária no plano social” (5 de janeiro de 1964).

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Oitava do Natal

Oitava do Natal

Entre os dias 25 de dezembro e 1º de janeiro a Igreja celebra a Oitava do Natal, ou seja, nesses oito dias vive-se a exultação da grande Festa do Nascimento de Jesus como um dia só.


Oitava tem dois sentidos no uso litúrgico cristão. No primeiro, é o oitavo dia após uma festa, inclusivamente, de forma que o dia sempre caia no mesmo dia da semana que a festa original. A palavra é derivada do latim octava (oitavo), com “dies” subentendido. O termo é também aplicado para todo o período de oito dias, durante o qual as ditas festas passam a ser observadas também.

O Papa estará em maio na Jordânia, Israel e Palestina

O Papa estará em maio na Jordânia, Israel e Palestina
A visita do Papa Francisco à Jordânia, Israel e Palestina em maio de 2014, o Sínodo Extraordinário da Família em Roma em outubro do mesmo ano e o conflito israel-palestino são parte dos temas da agenda do Patriarca Latino de Jerusalém, Dom Fouad Twal, que divulgou em sua mensagem de Natal aos jornalistas.


O Patriarca expôs que o Pontífice “tem no seu coração a Terra Santa e o Médio Oriente. As suas declarações provaram-nos que a Santa Sé mantém a mesma linha no que se refere à nossa região” e ressaltou que o Pontífice divulgou em Roma no último dia 21 de novembro, diante de todos os patriarcas e arcebispos das Igrejas orientais católicas, a sua “grande preocupação” apelando a que “não nos resignemos a um Oriente sem cristãos”.


Com respeito à situação política, Twal assinalou que “a situação no Médio Oriente é cada vez mais complexa e dramática. Os cenários do que se passou na Síria e no Iraque podem-se repetir noutros locais, como se pode ver no Egito e na Líbia. A instabilidade atinge todos, cristãos incluídos, que são tentados pela emigração”.

Veja como foi o primeiro Natal do Papa Francisco

Veja como foi o primeiro Natal do Papa Francisco
Pela primeira vez, os católicos celebraram o Natal com o Papa Francisco, eleito Bispo de Roma em 13 de março deste ano. A simplicidade e a proximidade que marcam o seu pontificado se refletiram também na homilia e na mensagem de Natal que o Papa ofereceu aos fiéis.

Em sua primeira Missa do Galo, celebrada no dia 24, Francisco destacou a luz de Cristo para a humanidade. Ele lembrou que o homem está em caminho na história da salvação e encontra momentos de luz e de trevas, mas pode sempre contar com o auxílio de Jesus para iluminar as dificuldades humanas.

“Se amamos Deus e os irmãos, andamos na luz; mas, se o nosso coração se fecha, prevalece em nós o orgulho, a mentira, a busca do próprio interesse; então, calam as trevas dentro de nós e ao nosso redor”, disse.

Já na mensagem de Natal, pronunciada nesta quarta-feira, 25, o apelo pela paz foi o ponto forte. O Santo Padre recordou os conflitos na Síria e na República Centro-Africana, pedindo a paz.

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

O verdadeiro Espírito do Natal

altEntra ano e sai ano e as pessoas se alimentam de esperanças. Em meio a muitas dificuldades e no enfrentamento de inúmeros problemas do cotidiano, as pessoas acumulam vitórias e derrotas. Levam tombo e se levantam, deparam-se com a realidade dura e mesmo assim persistem e insistem em seguir adiante e mesmo nos momentos mais difíceis procuram se apoiar na esperança por dias melhores.
Os sonhos relacionados ao trabalho e à sobrevivência, ao amor à família, ao estudo e à formação, enfim, todas as ações trazem embutida uma força invisível, chamada de fé. Os católicos vivem sua fé mergulhada nesse cotidiano de esperança e nos testemunhos bíblicos que sublinham a importância do nascimento de Jesus e do Natal. Que o Natal é necessário é fato, Santo Agostinho nos diz:
“Desperta ó homem; por ti, Deus fez-se homem” é deste acontecimento que fala o Natal, a nossa fé não é um pensamento, uma ideia, uma opinião, mas é o acolhimento humilde e maravilhado deste dom incalculável e incrível que o Menino Jesus é “Deus conosco” e seu nascimento nos mostra que o Natal é uma festa diferente de todas as outras.  É símbolo da alegria do reencontro, de paz entre as famílias, é a festa dos Católicos, aqueles que sonham e anseiam por suas realizações.
Com a chegada do Natal, se aproxima um novo ano, o ano de 2014, que irá se iniciar com um livro de 365 páginas em branco, a serem preenchidas das mais diferentes formas, como não podemos arrancar as páginas rasuradas ou manchadas de lágrimas ou suor, do ano que se termina, temos a oportunidade de reescrevê-las e de repensar os valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca. É o tempo de contemplar aquele menino pobre que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui.
 É tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho e entender que as frustrações e os fracassos são parte da trajetória dos filhos e das filhas de Deus. Certos sonhos ainda não estão suficientemente maduros para se concretizarem, seja qual for a sua circunstância de sua vida nesse momento. O princípio para se obter a vitória sobre todas as portas que se fecharam a sua frente é acreditar que Jesus nasceu para trazer novamente a esperança, mesmo à pessoa mais cruelmente ferida pela vida, que redescobre que Jesus está conosco e que as tristezas não são a última palavra que pretende encerrar a nossa história, se confiarmos a Ele nossos problemas.
Portanto você deve olhar para o céu e se recordar de José e Maria, pois foram simples, mas tiveram a coragem de acreditar.
Que neste Natal os abraços apertados não sejam apenas questão de data, mas de desejo de mudança em sua vida, e que as bênçãos da meia noite não dependam de um minuto, mas sim permaneçam por toda a vida, que sua família não celebre com bons vinhos, mas com laços sagrados de sangue, para que dessa maneira o Menino Jesus possa nascer e abençoar toda a sua família.
Desejo um Natal com muita paz em teu Lar, que envolva seu coração de maneira que você acredite que o nascimento de Jesus não foi em vão.
Marcelo Marangon
Coordenador Nacional MOCL

Homilia da Noite de Natal: Jesus entrou na nossa história, partilhou o nosso caminho.


natal.papaNa Missa da Noite de Natal o Papa Francisco proferiu a seguinte homilia:
Basílica de S. Pedro, 24 de Dezembro de 2013
1. «O povo que andava nas trevas viu uma grande luz» (Is 9, 1).
Esta profecia de Isaías não cessa de nos comover, especialmente quando a ouvimos na liturgia da Noite de Natal. E não se trata apenas dum facto emotivo, sentimental; comove-nos, porque exprime a realidade profunda daquilo que somos: somos povo em caminho, e ao nosso redor – mas também dentro de nós – há trevas e luz. E nesta noite, enquanto o espírito das trevas envolve o mundo, renova-se o acontecimento que sempre nos maravilha e surpreende: o povo em caminho vê uma grande luz. Uma luz que nos faz reflectir sobre este mistério: o mistério do andar e do ver. Andar. Este verbo faz-nos pensar no curso da história, naquele longo caminho que é a história da salvação, com início em Abraão, nosso pai na fé, que um dia o Senhor chamou convidando-o a partir, a sair do seu país para a terra que Ele lhe havia de indicar. Desde então, a nossa identidade de crentes é a de pessoas peregrinas para a terra prometida. Esta história é sempre acompanhada pelo Senhor! Ele é sempre fiel ao seu pacto e às suas promessas. «Deus é luz, e n’Ele não há nenhuma espécie de trevas» (1 Jo 1, 5). Diversamente, do lado do povo, alternam-se momentos de luz e de escuridão, fidelidade e infidelidade, obediência e rebelião; momentos de povo peregrino e de povo errante.

A Importância de celebrar o Nascimento de Jesus no dia 25 de dezembro.

.

Pope+Benedict+XVI+Holds+Christmas+Eve+Mass+ZEVYcznWB6Fl

Sabemos que o Império Romano perseguiu pesadamente os cristãos por quase três séculos; desde Nero em 64, mas, por fim, depois de muitos mártires e o trabalho incansável de evangelização dos primeiros cristãos, o grande Império, o maior de todos os tempos, se converteu ao cristianismo quando o Imperador Constantino, o Grande, se converteu e proibiu a perseguição aos cristãos pelo Edito de Milão, no ano 313. “A espada romana se curvou diante da Cruz de Cristo”, como disse Daniel Rops.
Depois, no ano 385 o grande imperador cristão romano, Teodósio, pelo Edito de Tessalônica, adotou o cristianismo como a religião oficial do Império. Mas, ainda no tempo do paganismo, os romanos adoravam o deus Sol e celebravam a festa do seu nascimento “Natalis solis invicti”. O Imperador de Roma, Aureliano (270-275) tornou oficial e tradicional a comemoração do sol nascente e invencível.
Acontece que no dia 22 de dezembro ocorre o solstício de inverno no hemisfério Norte, isto é, o dia em que a Terra tem o seu eixo vertical com a máxima inclinação, fazendo com que no Norte se tenha o dia mais curto e a noite mais longa do ano; ao contrário do que ocorre no hemisfério Sul na mesma data.
Os romanos pagãos consideravam isso uma ameaça dos deuses, porque dia-a-dia, na chegada do inverno, as horas de sol sobre a Terra diminuía, até chegar ao máximo que eles consideravam ser no dia 25 de dezembro. Então, por medo ofertavam aos deuses desagravos, rituais e celebrações longas, para impedir que a ira dos deuses impedisse a luz do sol de iluminar a Terra.

Como o Natal é celebrado em Belém, a cidade onde Jesus nasceu?


belem

Em Belém o Natal tem o peso da história. É recordado onte realmente aconteceu. A terra, a paisagem, os lugares são os de 2000 anos atrás. As pessoas que celebram o Natal em Belém podem dizer para si mesmas: “Aqui nasceu Jesus”, experimentando, ao pronunciar aquela pequena palavra, “aqui”, uma grande comoção.
O Natal de Belém é um evento que faz manchetes. Dele falam os jornais e a televisão. A Missa de meia-noite celebrada no local onde Jesus nasceu, é transmitida a todo o mundo. Mas a informação que corre através da mídia é fria, sintética, desbotada. No emaranhado das notícias, torna-se um das muitas e perde o enorme significado que deveria ter.
Para saber realmente como se desenvolve e se “vive” o Natal no lugar onde Jesus nasceu, conversamos com uma pessoa que mora em Belém, um religioso franciscano francês, padre Stephane Milovitch, 45 anos, há 20 comprometidos em realizar o seu apostolado naquela terra que sete séculos foi confiada aos cuidados espirituais dos Frades de São Francisco, indicada com o nome de “Terra Santa”.
“Cheguei aqui no ano de 1992”, diz o padre Stephane “e, exceto por um período de quatro anos passados ​​em Roma para estudar, eu sempre estive aqui. Por isso, posso dizer que “vivi” quinze Natais em Belém”.
Mestrado em teologia, poliglota, pessoa afável e grande organizador, Padre Stephane foi por seis anos secretário da Custódia da Terra Santa e desde 2010 é superior da comunidade religiosa franciscana de Belém que tem a sua sede no convento da Basílica da Natividade.

Mais um prêmio: ‘Le Monde’ elege o papa Francisco como personalidade do ano de 2013. ‘Papamania’!


519748_md (1) 444

 O jornal francês Le Monde escolheu o Papa Francisco como personalidade do ano de 2013, e escolheu para ilustrar a capa uma das canecas com o seu rosto que se vendem ao redor do Vaticano.
O suplemento semanal do vespertino salientou que neste momento “não é absurdo falar de ‘papamania’”, e elogiou a mensagem de modernidade que encarna o pontífice argentino.
“Entre os crentes, está sem dúvida a alegria de recuperar as origens da mensagem cristã. (…) Os outros são seduzidos por algo que se parece com a modernidade, pelo menos no discurso”, disse Le Monde para explicar a sua decisão.
De acordo com este jornal francês, Francisco, que levou ao Vaticano “um novo estilo”, o da simplicidade e da entrega, supõe também “uma espécie de esperança”, a de pensar que “é possível que uma instituição se reforme e mude, e que o seu representante encarne essa mensagem”.
O Santo Padre se impôs como personagem do ano tanto entre a redação do jornal como entre aqueles que o escolheram por meio da internet, e superou com os seus votos o ex analista da Agência de Segurança Nacional (NSA), Edward Snowden e a ministra galega de Justiça, Christiane Taubira.
O pontífice também foi escolhido Personalidade do Ano no 11 de dezembro pela revista Time, que o chamou “o Papa do Povo”, e destacou os seus esforços por modernizar a Igreja Católica a partir do momento que ele foi eleito, no março passado.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Natal é tempo da proximidade de Deus, destaca Dom Orani

Natal é tempo da proximidade de Deus, destaca Dom Orani
Neste tempo de Natal, todos são chamados a refletir acerca da proximidade de Deus, de acordo com o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta. Ele presidiu missa na manhã desta sexta-feira, 20, para os colaboradores do Edifício João Paulo II. Depois da celebração, houve uma confraternização de Natal.


O arcebispo disse ainda que somos chamados a refletir a partir das escrituras acerca da proximidade de Deus. Ele explicou que nossos trabalhos podem levar nosso relacionamento com Deus a parecer distante. “Ele é um Deus próximo que quis morar no meio de nós a ponto de o Deus invisível tornar-se visível em Jesus”, ressaltou durante a homilia.

Beata Elena Guerra também poderia ser canonizada em 2014

Beata Elena Guerra também poderia ser canonizada em 2014
Em um anúncio feito pouco depois da possível canonização do Beato José de Anchieta em 2014, o portal A12, do Santuário Nacional de Aparecida, afirma que  o vice-postulador do processo de canonização da beata Elena Guerra, padre Eduardo Braga e Silva, viajou a Roma esta semana para entregar os documentos que permitirão a abertura da segunda fase de investigação do milagre atribuído à Apóstola do Espirito Santo que poderia elevá-la aos altares como santa ainda em 2014, ano do centenário de sua morte.

Segundo o portal A12, após coleta dos documentos na diocese de Uberlândia, em Minas Gerais, concluída em novembro, terá início a ‘fase romana’ junto à Congregação para a Causa dos Santos. Nesta fase, um grupo de teólogos, médicos e outros consultores analisam os documentos e, se houver reconhecimento do milagre, encaminham aos cardeais e depois ao Papa, que poderá decretar o culto público eclesiástico a Elena Guerra.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Concerto de Natal animará os fiéis na Catedral da Sé

Concerto de Natal animará os fiéis na Catedral da Sé
Na véspera de Natal, no dia 24 de dezembro, um concerto com músicas natalinas animará os fiéis que passarem pela Catedral Metropolitana de São Paulo às 23h.
Na noite em que a comunidade se reúne para celebrar o nascimento do Nosso Senhor Jesus Cristo, a Arquidiocese de São Paulo promoverá um Concerto de Natal, realizado pelo Coro e Orquestra dos Arautos do Evangelho, seguido pela Missa da Vigília, à meia-noite.
Segundo o Arcebispo de São Paulo, Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, o Natal recorda-nos a “bondosa compaixão do nosso Deus”, que dura para sempre.
“Desejo que todos experimentem neste Natal de Jesus a proximidade de Deus e a imensa paz que Ele nos traz. E sejamos portadores dessa Boa Nova também para os outros, especialmente para os que sofrem ou ainda vivem sem a luz que Ele nos trouxe”, afirmou.
Fonte: Gaudium Press

Seria a Rússia uma nova ‘bússola moral’ no mundo?

papa-francisco-putin-500x350

O jornal britânico The Telegraph publicou que o presidente russo Vladimir Putin ”lançou a Rússia à posição de árbitro moral do mundo” durante o seu discurso anual sobre o estado da nação, na semana passada.
“Putin defendeu os valores cada vez mais conservadores do seu governo e lamentou a ‘revisão de normas da moralidade’ no Ocidente e em outras regiões do planeta. ‘Essa destruição dos elevados valores tradicionais não só traz consequências negativas para a sociedade como é também inerentemente antidemocrática, já que se baseia numa noção abstrata e vai contra a vontade da maioria do povo’, disse Putin, acrescentando que não pode haver benefício para a sociedade quando se trata ‘o bem e o mal’ de forma igual. Em seus 70 minutos de discurso, pronunciado num ornamentado salão do Kremlin e transmitido pela televisão, Putin declarou que os valores familiares tradicionais são um baluarte contra a ‘assim chamada tolerância – sem gênero e infértil’”.
As palavras de Putin foram a culminação de várias atitudes chamativas do presidente russo durante este ano. Em fevereiro, ele apelou por uma influência maior da Igreja Ortodoxa Russa no país. Putin levou a Rússia a resistir ao avanço da agenda gay: as paradas do orgulho gay e a “propaganda de relações sexuais não tradicionais” para menores foram proibidas. Neste recém-terminado mês de novembro, o presidente russo visitou o papa no Vaticano: as fotos do encontro histórico mostram Putin e Francisco beijando um ícone da Santíssima Virgem Maria.

Pesquisa revela como o papa Francisco conquistou brasileiros de todas as religiões.


813_efeito1

Dom Júlio Endi Akamine, bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo, visitava uma favela no bairro do Jaguaré, na capital. Vestido a caráter, atraiu a atenção de um homem embriagado, que disse: “Aí, hein? Obedecendo ao papa! Veio cheirar as ovelhas!”. Akamine não se fez de rogado e respondeu: “O papa não pediu para cheirar as ovelhas. Mais que isso, pediu para eu ter cheiro de ovelha, de tanto andar no meio do rebanho”.
O bêbado abraçou o pároco e lhe deu os parabéns por “já estar obedecendo à carta”. Só à noite Akamine entendeu a que carta o bêbado se referia. Foi quando leu Evangelii Gaudium (A alegria do Evangelho), a primeira exortação apostólica do papa Francisco, divulgada naquele dia 26 de novembro. No texto, o papa diz preferir uma Igreja rota, esfarrapada e suja, por atuar nas ruas, a uma Igreja enferma, por estar confinada e se agarrar a uma ilusória sensação de segurança. “Antes mesmo de bispos e padres terem tempo de digerir o documento, o cara da rua já sabia”, diz Fernando Altemeyer Junior, professor de teologia da PUC de São Paulo. “O papa entrou na casa das pessoas.”

Mensagem de Natal a toda RCC do Brasil

alt
“O povo que andava nas trevas viu uma grande luz; sobre aqueles que habitavam uma região tenebrosa resplandeceu uma luz. Porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado; a soberania repousa sobre seus ombros, e ele se chama: Conselheiro Admirável, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz.” (Isaías 9, 1.5)
 
Queridos irmãos e irmãs, nos preparamos novamente para celebrar o Natal, tempo de alegria e esperança. O profeta Isaías nos diz que andávamos em trevas, habitávamos uma região tenebrosa, esta situação sobreveio à humanidade por causa do pecado, estávamos condenados ao eterno afastamento de Deus.
São Gregório de Nissa nos ensina: “Doente, nossa natureza precisava ser curada; decaída; ser reerguida; morta, ser ressuscitada. Havíamos perdido a posse do bem, era preciso no-la restituir. Enclausurados nas trevas, era preciso trazer-nos luz; cativos, esperávamos um salvador; prisioneiros, um socorro; escravos, um libertador”.

Kareebi: uma nova esperança para crianças africanas




As missionárias Rita de Cássia e Fabiany Silva que estão na Missão Uganda, mantida pela RCC do Brasil, realizaram uma visita a várias casas na cidade de Mwizi, com o objetivo de conhecer a realidade escolar das crianças que lá vivem.
Após cadastrar 50 crianças, as missionárias propuseram aos carismáticos do Brasil um projeto de apadrinhamento que possibilite a ida destes pequeninos ugandeses à escola durante o ano de 2014.
Abaixo, Rita e Fabiany partilham sobre a missão de visita às casas, que proporcionou um melhor entendimento da realidade infantil e também com que pudessem fazer orações e ouvir cada família. Acompanhe:


"É Natal cada vez que você sorri e estende a mão para seu irmão"
Bem Aventurada Tereza de Calcutá

Depois de um ano na cidade de Mbarara, na Uganda, aqui estamos nós na cidade de MWIZI. Após a campanha que os brasileiros generosamente ajudaram com os medicamentos para os enfermos com AIDS, desta vez voltamos à vila, mas de um jeito diferente: como quem pisa no solo que o Senhor nos deu como lugar de missão.

Na noite anterior estávamos bem ansiosas, aguardando este momento. Deixamos tudo pronto porque sairíamos bem cedo no dia seguinte. Os sonhos se tornariam reais. E Deus fora confirmando os nossos passos, como quem dissesse: “Estão no caminho certo, Minhas filhas”.

domingo, 22 de dezembro de 2013

EVANGELHO DE DOMINGO


Anúncio do nascimento de Jesus - Mt 1,18-24

O Mistério de Deus
Quarto e último domingo do Advento. Estamos às portas de celebrarmos o Natal do Senhor, solenidade para a qual nos preparamos ao longo de quase quatro semanas.
Se Acaz se recusa demagogicamente a pedir ao Senhor um sinal de sua proteção contra o inimigo (cf. Is 7,12), o profeta anuncia um sinal de Deus: “Eis que a jovem conceberá e dará à luz um filho e lhe porá o nome de Emanuel” (Is 7,14). A Igreja nascida do mistério pascal de Jesus Cristo, relendo este texto de Isaías, vê nele a promessa do nascimento do Verbo de Deus.
O episódio do evangelho deste domingo apresenta-nos a missão de José. Se, no evangelho de Lucas, o anúncio é feito a Maria, no de Mateus o anúncio do nascimento de Jesus é feito a José em sonho (ver: Gn 37,5-9.19). Maria, prometida em casamento a José, se encontra grávida pelo poder do Espírito Santo (cf. v. 18). A atitude de José nem sempre é compreendida pelo leitor do evangelho, e esta falta de clareza quanto ao texto persiste nas pregações. Não raras vezes se traduz a atitude pretendida de José em relação a Maria como “repúdio”, como se ela tivesse cometido uma falta. A melhor tradução é “deixar ir livremente” (v. 19). José compreende que a gravidez de Maria é habitada pelo Mistério de Deus. Ele não quer tomar para si o que Deus reservou para ele. É exatamente por isso que o narrador diz que ele era “justo” (v. 19). Mas a palavra do anjo a ele permite-lhe compreender que Deus precisa dele. A ele cabe dar uma existência histórica ao Filho de Deus: “... tu lhe porás o nome de Jesus” (v. 21). “... não tenhas receio de receber Maria, tua esposa; o que nela foi gerado vem do Espírito Santo” (v. 20). A palavra do anjo a José muda, transforma a sua relação com Deus, pois ela encurta a distância entre o divino e o humano. O seu matrimônio com Maria não é incompatível com a consagração dos dois a Deus: “Quando acordou, José fez conforme o anjo do Senhor tinha mandado e acolheu sua esposa”.

Carlos Alberto Contieri, sj

Testemunho IMPERDÍVEL de conversão de um ex-protestante: COMPARE o nível dos argumentos de protestantes convertidos ao catolicismo com o de ex-”católicos”.


379202_2821117903924_1102451433_n

Quando me converti ao Cristianismo no dia 25 de janeiro de 2009, prometi a algumas pessoas que descreveria neste blogue aquilo que eu costumo chamar de “o meu caminho de Damasco”. Aqueles que conhecem a experiência de conversão de Paulo, que ainda se chamava Saulo — vejam o capítulo 9 de Atos —, sabem que a sua conversão deu-se quando ele estava a caminho de Damasco para prender cristãos — a imagem acima de Caravaggio chama-se “A conversão de São Paulo”.Paulo teve uma experiência singular pessoal e intransferível. Creio que todo cristão genuíno, mesmo aqueles que nasceram e foram criados em um lar cristão, tem de ter o seu caminho de Damasco em algum momento. Tive o meu na referida data.
Apesar da promessa, sempre adiei o projeto de escrever sobre a minha experiência porque acredito que deveria fazê-lo em um livro e que o espaço deste blog seria inadequado para relatar o ocorrido. A minha pretensão, entretanto, não é a de cumprir a minha antiga promessa, mas a de relatar o que chamei no título desta postagem como sendo a minha segunda conversão. Muitos já devem saber, e se não o sabiam sabem agora, que me converti ao Catolicismo. Antes, era um batista, evangélico, protestante; agora, sou um católico apostólico romano.
Antes, devo ressaltar que não tenho pretensões de converter ninguém. O meu objetivo aqui é o de registrar uma explicação da minha conversão a fim de não ter de repeti-la sempre, poupando-me de esforços desnecessários, embora tenha de confessar que ela ainda não está organizada suficientemente para que eu possa descrevê-la de maneira concisa — por isso, peço perdão, de antemão, se esta postagem apelar a digressões de modo excessivo ou se eu acabar estendendo-me em demasia. Não é a minha intenção aqui fazer uma apologética de todas as doutrinas católicas, até porque o espaço seria totalmente inadequado para tanto: precisaria escrever um livro para isso — de fato, há uma vasta literatura que já faz isso e procurarei indicar algumas leituras no decorrer deste texto não apenas para fundamentar o que digo, mas para oferecer um apoio de leitura a quem tiver o interesse sincero de conhecer a verdade.
Minha jornada ao Catolicismo, creio eu, iniciou-se em 2011. Como praticamente todos os protestantes que conheço — fui dar-me conta das proporções do anticatolicismo dos protestantes apenas muito recentemente —, conhecia o Catolicismo apenas por meio de chavões, caricaturas e espantalhos. Nunca tinha lido nada católico e só conhecia a Igreja Católica de segunda mão, a partir das críticas dos protestantes. Minha mãe, tomando conhecimento do meu catolicismo neste ano, perguntou-me certa feita: “Ué, você não dizia que tinha de ser muito burro pra ser católico?”. Sim! Eu já disse isso antigamente, quando não tinha a menor idéia de como os católicos continuavam adorando as imagens depois de um texto tão claro como o de Êxodo 20.4: “Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra” [Nova Versão Internacional (NVI) — uma tradução protestante!]. De maneira semelhante, cheguei a dizer quando era agnóstico, antes da minha conversão ao Cristianismo em 2009, que poderiam internar-me em um hospício se algum dia eu tornasse-me um cristão.
Acompanho o programa TrueOutspeak (http://www.blogtalkradio.com/olavodo filósofo Olavo de Carvalho desde 2010. Mesmo tendo começado apenas em 2010, ouvi todos os programas desde 2006, o que são mais de 300 programas, com média de 50min de duração. O programa, que antes era semanal, passou a ser mensal neste ano. O professor Olavo chegou a anunciar o fim do programa em dezembro do ano passado, mas resolveu retomá-lo mensalmente por conta da enorme quantidade de protestos. O professor Olavo, por quem tenho imensa consideração, respeito e admiração, sempre iniciava os seus programas dizendo o seguinte: “Começamos mais uma vez invocando a santíssima Virgem Maria e o Santo Padre Pio de Pietrelcina para que roguem a Deus que nenhuma injustiça se cometa nesse programa”. Quando percebi a erudição do professor Olavo e vi que ele era católico, logo pensei: “é… ninguém é perfeito.”. Aquilo, entretanto, intrigava-me porque sabia que a última pessoa do mundo que eu diria que não estudou um assunto seria o professor Olavo. Será que ele, simplesmente, não sabia de passagens como a de Êxodo 20? Em 2011, ouvi um de seus programas citando o padre Paulo Ricardo (http://padrepauloricardo.org/). Procurei o seu site em outubro de 2011 e deixei uma pergunta que reproduzo aqui:

“Padre Paulo Ricardo, em primeiro lugar, parabéns pelo seu trabalho. Deus, com certeza, reserva o seu galardão no céu pela edificação que o senhor traz-nos com os seus vídeos e textos. Cresci na tradição protestante tradicional, para ser específico, a tradição Batista, e sempre tive uma visão bastante distorcida sobre o Catolicismo, baseada naquele catolicismo denunciado por Lutero no medievo.
Tenho tentado despojar-me do preconceito para tentar compreender melhor a tradição católica e tenho me impressionado e me surpreendido quanto mais aprendo. Tenho quatro dúvidas que gostaria que me fossem respondidas se possível.
— A primeira pergunta refere-se à reza e às repetições. Jesus, antes de ensinar como se deve orar, disse o seguinte:
“E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.” [Mateus 6:7-8]
Se logo antes de ensinar o Pai Nosso Cristo pede que não façamos uso de vãs repetições, por que se reza com repetições?
— A segunda pergunta refere-se às imagens. O segundo mandamento diz:
“Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.” [Êxodo 20:4]
Por que, então, faz-se imagens?
— A terceira refere-se às intercessões feitas aos santos ou mesmo à virgem Maria. Paulo, diz o seguinte:
“Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.” [1 Timóteo 2:5]
Ora, se apenas Cristo é o mediador entre Deus e os homens, por que os católicos apelam a outros mediadores, além de Cristo?
— A última refere-se à salvação. Uma das cinco solas da tradição reformada defende que o homem é justificado somente pela sua fé. Eu discordo disso, crendo que a salvação é obtida pela fé, numa conjunção com as obras. Se não fosse desse modo, o texto de Hebreus 12.14 não diria que sem a santificação ninguém verá o Senhor ou não se falaria de pecados que têm por conseqüência que não se verá a Deus. Costuma-se utilizar o argumento de que o converso, certamente, seguirá o caminho da santificação, mas acho tal argumento controverso e sem justificação. Qual a visão da Igreja Católica a respeito do assunto? Sempre ouvi dizer que ela prega que a salvação vem pelas obras.
Espero que as minhas perguntas sejam respondidas assim que possível e agradeço, desde já, a atenção dispensada.
Paz de Cristo!
Fábio Salgado”

Fiz algumas modificações na última pergunta porque na época fui impreciso, falando de “graça” em vez de fé. Não conhecia naquela época o documento assinado no dia 31 de outubro de 1999 intitulado “Declaração Conjunta Sobre a Doutrina da Justificação”.
No ponto 15 dessa declaração, luteranos e católicos afirmam: “Confessamos juntos: somente por graça, na fé na obra salvífica de Cristo, e não por causa de nosso mérito, somos aceitos por Deus e recebemos o Espírito Santo, que nos renova os corações e nos capacita e chama para as boas obras”. Esse documento é muito claro. Recentemente, um pastor disse para mim que a Igreja Católica não crê que somos salvos somente pela graça. Quando eu disse que ele estava errado, ele simplesmente disse que isso era óbvio. Quando eu mencionei esse documento, ele, simplesmente, disse que não iria ler nada. Nesse momento, tenho de deixar algo claro aqui. O professor Olavo de Carvalho, no seu já mencionado programa TrueOutspeak, certa feita, disse o seguinte:
“Se o cara não estudou, não sabe, tem é que calar a boca. Eu acho que o direito de ter opinião é proporcional ao interesse sincero que você tem pelo assunto. Se você não tem interesse pelo assunto pra você sequer ler alguma coisa, por que nós devemos ter interesse em ouvir a sua opinião?”

sábado, 21 de dezembro de 2013

REZE TODO SÁBADO NO PROGRAMA CRISTO É VIDA O TERÇO DA MISERICÓRDIA

Todo sábado, as 15h, no Programa Cristo é Vida na  Rádio Pinto Martins 98,7,  vamos rezar juntos o Terço da Misericórdia! Venha rezar conosco nesse dia que o Senhor lhe convida a fazer uma experiência com o Coração Misericordioso D’Ele. Traga o seu coração aberto. Convide seus amigos, sua família! Acompanhe também pelo nosso blog: programacristoevida.blogspot.com
Ligue e faça seu pedido de oração: 88 3621 2573ou mensagem de texto: 88 92757700
ou pelo nosso facebook: www.facebook.com.br/programacristoevidacamocim

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Papa Francisco deseja Feliz Natal à Bento XVI

Papa Francisco deseja Feliz Natal à Bento XVI
O Padre Federico Lombardi, diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, anunciou que o Papa Francisco telefonou para o Papa Emérito Bento XVI na última terça-feira, 17, para desejar-lhe um Feliz Natal.

De acordo com o Padre Lombardi, os “Papas” se saudaram e ” expressaram seus bons desejos frente ao próximo Natal”.

Essa não é a primeira vez que o Papa Francisco e Bento XVI conversam por telefone. O atual pontífice telefonou no último dia 19 de março para o Papa emérito para lhe felicitar pelo seu aniversário e manifestar-lhe sua gratidão pelo seu serviço à Igreja.

Em 28 de fevereiro de 2013, o Papa Bento XVI deixou o pontificado e, após viver por dois meses no palácio pontifício de Castel Gandolfo, foi para o mosteiro “Mater Ecclesiae”, onde reside atualmente.

Fonte: CNBB

Advento e Maria

Advento e Maria
“Ave, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres.”


Ouvindo as palavras alegres de saudação enviadas pelo arcanjo Gabriel à Virgem Santíssima, eu gostaria de chamar a atenção de todos para a dimensão extraordinária do mistério da vida de Maria. É um momento em que o homem se abre para a ação de Deus e a experiência da Sua proximidade em sua vida.


Neste tempo do Advento, acompanhamos de perto os episódios da vida de Maria. Celebramos suas festas: Imaculada Conceição, Nossa Senhora de Loreto, Nossa Senhora de Guadalupe, esta padroeira da América Latina e Imperatriz da América.


A expressão “cheia de graça” indica a ação específica de Deus, que transforma Maria pela graça e faz dela agradável e preparada para os seus planos. Graça é, aqui, o amor e a bondade de Deus a Maria e através dela a cada um de nós. O Beato Papa João Paulo II em sua Encíclica dedicada à Mãe do Redentor (Redemptoris Mater) enfatizou que Deus deu a Maria a plenitude da graça por causa do amor pela humanidade mergulhada no pecado, para o qual ela tinha que levar o Salvador: “Se a saudação e o nome “cheia de graça” dizem que tudo isso está no contexto da Anunciação do anjo eles se relacionam principalmente com a eleição de Maria como Mãe do Filho de Deus. Simultaneamente, plenitude de graça indica todo o dom sobrenatural de Maria, que está relacionado com o fato de ter sido escolhida e destinada a ser a Mãe de Cristo”(RM 9). A graça é um dom de Deus que Ele dá a Maria com amor por causa de seu Filho amado.

México é o país mais perigoso para sacerdotes na América Latina

México é o país mais perigoso para sacerdotes na América Latina
Um estudo elaborado pela Unidade de Investigação do Centro Católico de Multimídia (CCM), abrangendo os últimos 23 anos, revelou que o México é, pelo sexto ano consecutivo, o país mais perigoso para sacerdotes e religiosos na América Latina.

O estudo detalha por nomes e dioceses, os dados daqueles que perderam a vida por causa da delinquência comum ou o crime organizado e aponta um dramático aumento das extorsões e de atentados, que não só prejudicam os presbíteros em quanto ao patrimônio que administram, mas também aumenta o risco de que percam a vida por seu trabalho na Igreja Católica.

Segundo o Sistema Informativo da Arquidiocese do México (SIAME), a análise abrangendo os últimos 23 anos, tem registro detalhado de 34 assassinatos contra membros da Igreja Católica do México, constando um cardeal, 25 sacerdotes, dois religiosos e quatro leigos, incluindo uma jornalista católica. As tendências do agravamento destes fenômenos no México mostram uma alta constante nos últimos seis anos.
Esta dramática situação, segundo o estudo do CCM, torna o México, pelo sexto ano consecutivo, o lugar com mais crimes de ódio contra sacerdotes, religiosos e leigos no continente americano.

“Isto coloca o México como o país latino-americano mais perigoso para exercer o ministério sacerdotal”, destaca a análise.


Fonte: ACI Digital

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Participe do Acampamento de Cura e Libertação em Camocim



O evento terá início no domingo,29 de Dezembro, às 8 horas da manhã,na quadra do Instituto São José, com o tema Por Suas chagas fomos curados”.Is 53,5.A programação do encontro contará com pregações, momentos de oração, adoração ao Santíssimo Sacramento e depoimentos. 

Pedimos alimentos não perecível, para ajuda na alimentação dos mais de 150  missionários que estarão participando da Missão Jesus no Litoral 2014 em Camocim.

Venha e Participe!!!! 

Veja a Programação Completa: 

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

ELEITA A NOVA COORDENADORA DIOCESANA DA RCC!!!

 
 
Foi eleita  no último domingo (15/12) a nova Coordenadora Diocesana da RCC, trata-se de Raimunda Ferreira, a " Raimundinha" da  Paróquia do Senhor Bom Jesus dos Navegantes, em Camocim. Ela foi escolhida por votação dos membros dos conselhos da RCC das cidades pertecentes à Diocese de Tianguá. A eleição ocorreu em um retiro no Centro de Evangelização João Paulo II (Sede da RCC-Tianguá).

"O BLOG GRUPO RENASCER PARABENIZA DONA RAIMUNDINHA E DESEJA QUE NOSSO SENHOR ABENÇOE A SUA CAMINHADA NA COORDENAÇÃO DA DIOCESE DE TIANGUÁ"

Papa Francisco comemora seu aniversário de 77 anos em café da manhã com moradores de rua


Papa Francisco comemora seu aniversário de 77 anos em café da manhã com moradores de rua
Quatro moradores de rua, um deles levando seu cachorro de estimação, acompanharam o papa Francisco na comemoração de seu aniversário de 77 anos nessa terça-feira (17) em um café da manhã no Vaticano.
Os homens, que vivem nas ruas de Roma, numa rua de um bairro vizinho aos muros da Santa Sé, foram convidados pelo monsenhor Konrad Krajewski, esmoleiro oficial do papa, a participar da missa matinal que é celebrada diariamente pelo Papa. Após a celebração, eles forma apresentados ao papa, e tomaram café junto ao líder da Igreja Católica.
Segundo um comunicado divulgado pelo serviço de comunicação do Vaticano, o papa convidou também os funcionários da santa sé para participaram da celebração, em “um clima particularmente familiar”.
O aniversário do papa está sendo comemorado desde o último sábado, quando ele ganhou um bolo das crianças do Vaticano e soprou as velinhas junto com elas. Entre as comemorações do aniversário do papa Francisco está também a visita de uma delegação do San Lorenzo, seu time de futebol favorito argentino, de Buenos Aires.

PLC-122 é “sepultada” pelo Senado e irá tramitar em conjunto com o novo Código Penal

PLC-122 é “sepultada” pelo Senado e irá tramitar em conjunto com o novo Código PenalNa tarde dessa terça-feira (17), o Plenário do Senado aprovou um requerimento do senador Eduardo Lopes (PRB-RJ), para que a PLC-122/2006, proposta que ficou conhecida como “projeto da homofobia”, seja apensada ao projeto de reforma do Código Penal (PLS 236/2012). Dessa forma, a PLC-122 passaria a tramitar junto com a reforma PLS-236, tendo suas discussões e votações unificadas.
O apensamento, aprovado com 29 votos favoráveis, 12 contrários e duas abstenções, motivou críticas por parte dos senadores Eduardo Suplicy (PT-SP) e Paulo Paim (PT-RS), que afirmam que a tramitação conjunta das duas propostas irá enfraquecer o debate sobre a criminalização da homofobia. O simbólico fim da PLC-122 aconteceu pouco depois da orientação feita pela presidente Dilma Rousseff ao Senado para não votar a proposta até as eleições de 2014.
Suplicy pediu a verificação de quórum para que seja realizada votação norminal do requerimento. Já Paim, afirma que o requerimento perdeu o seu objeto, uma vez que a comissão especial de senadores criada para examinar o projeto de reforma do Código Penal já aprovou, também nesta terça-feira, o relatório final elaborado pelo senador Pedro Taques.

Festival Promessas faz audiência da Globo despencar em 60%; Assista o vídeo do evento completo

Festival Promessas faz audiência da Globo despencar em 60%; Assista o vídeo do evento completo
A apresentação do Festival Promessas na tarde de ontem, 15 de dezembro, fez a TV Globo perder boa parte da audiência em relação aos anos anteriores.
De acordo com informações prévias do Ibope, a edição 2013 do Festival registrou média de 8,3 pontos, o que manteve a emissora da família Marinho em primeiro lugar no horário, contra 7,5 do SBT e 4,9 da TV Record.
Porém, em relação a 2011, ano da estreia do especial de música gospel, a emissora teve uma perda de 60% da audiência. Naquele ano, o programa alcançou média de 15 pontos de audiência. Comparando com 2012, quando a Globo alcançou 13 pontos, a perda foi menor, na casa dos 40%, de acordo com informações do site Na Telinha.
Gravado na Esplanada dos Ministérios no último dia 30 de novembro, o Festival Promessas contou com participações de Diante do Trono, Oficina G3, Bruna Karla, Thalles Roberto e Aline Barros.
A emissora vem colecionando fracassos com sua empreitada na música gospel, usada como estratégia de aproximação com o público evangélico, que vem crescendo no Brasil.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Menina de 4 anos emociona o mundo ao escrever carta para Deus e recebe resposta; Entenda

Meredith e sua cadela, Abbey
Menina de 4 anos emociona o mundo ao escrever carta para Deus e recebe resposta; EntendaUma menina de quatro anos de idade, consternada pela morte de sua cadela de estimação, escreveu uma carta endereçada a Deus com a ajuda de sua mãe, e a divulgação do caso emocionou milhares de pessoas ao redor do mundo.
A cadela Abbey morreu aos 14 anos de idade, por complicações de uma doença não revelada. A menina Meredith, triste pela perda, se preocupou com o tratamento que seu bicho de estimação teria no céu e tratou de escrever uma carta para Deus, pedindo que Ele cuidasse de Abbey.
“Querido Deus, O Senhor pode tomar conta da minha cadela? Ela morreu ontem e está no céu, aí com o Senhor. Fico feliz que tenha deixado ela ficar com a gente mesmo quando ficou doente. Espero que o Senhor brinque bastante com ela. Ela adora nadar e jogar bola. Para o Senhor não se confundir, estou enviando uma foto dela. Espero que reconheça logo minha cadela. Estou com muita saudade dela. -Meredith”, escreveu a menina.
Um funcionário do correio que interceptou a carta endereçada a Deus ficou tocado pelo carinho da menina pela cadela e resolveu responder, a fim de proporcionar algum conforto a Meredith.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

O caso Galileu: Desfazendo mitos, apresentando a verdade da história!



galileu2Introdução
O caso Galileu é comumente utilizado para afirmar que a Igreja Católica é inimiga do progresso científico. Por tanto, chama-me a atenção que diversos católicos, inclusive sacerdotes, religiosos e outras pessoas que têm conhecimento teológico, conheçam esse caso de um modo bastante superficial e, por vezes, equivocado.
Há alguns anos, estava em Roma ministrando um curso de doutorado. Em uma aula falei sobre o caso Galileu. Ao concluir, um sacerdote que estava trabalhando em sua tese de doutorado veio falar comigo. Estava muito contrariado e me dizia: “como é possível que eu, sacerdote católico, que passei anos em um Seminário e agora trabalho em minha tese de doutorado em Roma, soube apenas hoje que a Inquisição não matou Galileu?” Tinha toda razão em se sentir desnorteado. Visto que tenho experiências semelhantes com certa frequência, decidi escrever este artigo, no qual pretendo resumir, brevemente, os aspectos centrais do caso Galileu: o que sabemos com segurança que aconteceu ou não aconteceu, quais temas continuam sendo discutidos, qual é, definitivamente, o estado atual da questão em seus pontos principais.

Depois de 35 anos, China muda lei de 1979 que impedia os casais de ter mais de um filho.


filhounico
A chegada de 2014 acabará com a era do filho único na China. Depois de 35 anos de vigência, será modificada a lei de 1979 que obrigava os casais chineses a limitar o número de filhos a apenas um. A única exceção existente até agora era a das famílias em que ambos os cônjuges eram filhos únicos. Eles podiam ter dois filhos.
A partir do ano que vem, será suficiente que apenas um dos cônjuges seja filho único para que o casal possa ter direito a um segundo filho. A decisão, aparentemente pouco relevante, mas que traz um grande impacto na revisão dessa política, foi tomada pelo Partido Comunista Chinês em 11 de novembro, em Pequim.

sábado, 14 de dezembro de 2013

Alegria do Evangelho



Alegria do Evangelho
O Papa Francisco define ainda mais nitidamente o horizonte norteador da Igreja Católica neste tempo com a sua recém-publicada Exortação Apostólica, intitulada “A alegria do Evangelho”. Obviamente, trata-se de uma exortação que nasce da “escuta”, na dinâmica da vida da Igreja e do que é próprio da graça de Deus. O Papa Francisco, com frescor próprio do coração de pastor enraizado no chão latino-americano, reaviva, com singularidades, a recuperação de sentidos genuínos na vivência do Evangelho. O conhecimento da Exortação do Papa é determinante na compreensão e no tratamento do mais importante desafio da Igreja Católica na contemporaneidade: a insubstituível tarefa de anunciar o Evangelho no mundo atual.

Ao falar sobre alegria, um capítulo determinante da vida e um interesse comum a todos os corações, é imprescindível compreender que o Evangelho de Jesus Cristo não é um simples conjunto conceitual alternativo para aprendizagem, ou simples referência quando necessário. A alegria do Evangelho é duradoura. Enche o coração dos que, no cotidiano, vivenciam a experiência do encontro pessoal com Jesus Cristo. Trata-se de uma alegria que não é como muitas outras, que seduzem, mas são passageiras e não têm força para resgatar o vazio interior, o isolamento e a tristeza. O Papa Francisco adverte que o grande risco do mundo contemporâneo, com a oferta múltipla e opressora de consumo, é uma tristeza individualista que brota do coração acomodado e avarento, da busca doentia de prazeres superficiais.

Por eleição de Dilma, governo do PT faz recuo estratégico e freia PL-122 – por enquanto – para ganhar apoio da bancada cristã. Alguém ainda acredita?

pl122
Pelo telefone, a ministra Ideli Salvatti orientou bancada a só votar a proposta depois das eleições, condição imposta por evangélicos em troca de apoio para a reeleição da presidente
Preocupado com o risco de ficar sem o apoio de evangélicos na campanha para a reeleição da presidente Dilma Rousseff no próximo ano, o governo começou a orientar a base no Senado a ceder ao desejo dos religiosos e não votar neste ano do projeto que criminaliza a homofobia (PLC-122).
Como parte da estratégia para orientar a bancada, a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, entrou em campo nesta semana. Ela telefonou para senadores governistas para pedir que a proposta fosse deixada para depois das eleições ou, de acordo com relatos de senadores, quando houver consenso sobre o assunto. O acordo pedido pela ministra teria que conciliar interesses das igrejas e dos gays, até agora considerados pelos dois lados como inconciliáveis.
A proposta também é um pleito histórico no PT, que se antecipou à movimentação do Planalto e divulgou na semana passada uma nota na qual reforça a posição em favor da votação do projeto. “O Planalto tem afirmado que se houver ameaça a liberdade de expressão das igrejas, o relatório deve ser melhorado”, defendeu o líder do PT no Senado, Wellington Dias (PT-PI). “Não acredito que haja alguma igreja que defenda o ódio”, argumentou.

Importância da Verdade

Importância da Verdade

Há momentos na vida que nos convidam a um exame de nossas atitudes, uma verificação interior sob o olhar de Deus. Algo diferente do que costumamos fazer cada dia. Assim como alguém que, ao longo de uma viagem, para por instantes, observa o percurso andado, consulta o itinerário, julga o esforço despendido, avalia as reservas, alonga a vista para o futuro.


Constatar a realidade é sempre útil. O princípio de cada ano nos oferece uma oportunidade para examinar nossa atuação no período que termina a aperfeiçoar a missão de discípulos de Cristo e membros de uma Nação. Em dois campos essas reflexões são necessárias: o civil e o religioso, pois somos cidadãos de duas Pátrias e ambas estão intimamente relacionadas entre si. O critério básico, entretanto, é um só, o Evangelho, e é a Ele que se deve recorrer como parâmetro e como iluminador nos julgamentos e decisões.


Em nome de nossa Fé, a Igreja da qual somos parte integrante, exige de nós, antes de tudo, apesar das contingências humanas uma fidelidade inalterada. Essa interpretação se bifurca embora de uma só fonte promanem os erros.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

JMJ 2016 lança campanha interativa de oração



O comitê da Jornada Mundial da Juventude de 2016, na Cracóvia/Polônia, está promovendo uma campanha de oração, como preparação para o grande evento de jovens católicos do mundo todo, chamada “P2P: People to People, Prayer to Prayer” – pessoa a pessoa, oração a oração”.
O site oficial chama à atenção logo no início: “a Jornada Mundial da Juventude não está se preparando por si mesma. Se nós queremos que ela seja extraordinária, nós precisamos agir agora! É hora de se concentrar”.
O tempo escolhido para a campanha foi o Advento, tido como “a oportuni
dade perfeita para começar”. E se tratando de um evento universal, não há iniciativa mais propícia para um grande começo das preparações, do que a oração comum, a unidade. “E se vamos orar, o rosário é indispensável. Porque o rosário é o povo. Povo vivo”, explica o site.
Ainda de acordo com o texto base do P2P, o rosário não é apenas um método de oração, devoção da igreja, ato religioso de louvor, mas também é uma pessoa viva, com tudo o que ela carrega de si mesma, com toda a sua vida, com todos os seus segredos. Por isso, no tempo do Advento, o desejo é que todos sejam reavivados por esta oração.

Grupo satanista move ação na Justiça para erguer símbolo satânico ao lado de famoso monumento cristão

Grupo satanista move ação na Justiça para erguer símbolo satânico ao lado de famoso monumento cristãoUm grupo satanista quer erguer uma estátua ao lado de um monumento aos dez mandamentos no estado norte-americano de Oklahoma, Estados Unidos.
O monumento cristão de dois metros de altura, feito em granito, com os dez mandamentos dados por Deus a Moisés entalhados na pedra foi colocado no exterior do prédio da Assembleia Legislativa em 2012, por um grupo conservador.
Agora, exigindo igualdade de direitos, o grupo satanista quer erguer sua própria estátua em alusão ao seu deus. A ação que pede autorização para o monumento foi protocolada em nome da American Civil Liberties Union, uma entidade que luta pelos direitos civis nos Estados Unidos.
O grupo satanista é sediado em Nova York, e afirma que o monumento terá bom gosto arquitetônico: “Nós acreditamos que todos os monumentos devem ser de bom gosto e de acordo com os padrões da comunidade”, escreveu Lucien Greaves, representante dos satanistas, em carta a funcionários do governo. “Nosso monumento proposto, como uma homenagem ao histórico/literário satanás, certamente vai cumprir essas diretrizes”, acrescentou.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Francisco de Assis e a reforma da Igreja por meio da santidade.Primeira pregação de Advento do Pe. Raniero Cantalamessa.


Saint-Francis-711x1024
 Na manhã desta sexta-feira o pregador da casa pontifícia, Pe. Raniero Cantalamessa, OFM, Cap, dirigiu a primeira pregação de Advento. Publicamos a seguir o texto na íntegra:

***
Pe. Raniero Cantalamessa, OFM Cap.
Primeira pregação de Advento
FRANCISCO DE ASSIS E A REFORMA DA IGREJA POR MEIO DA SANTIDADE
O propósito destas três meditações do Advento é preparar-nos para o Natal na companhia de Francisco de Assis. Dele, nesta primeira meditação, gostaria de destacar a natureza do seu retorno ao Evangelho. O teólogo Yves Congar, em seu estudo sobre “Verdadeira e falsa reforma na Igreja” vê em Francisco o exemplo mais claro de reforma da Igreja pelo caminho da santidade[1]. Gostaríamos de procurar compreender em que consistiu a sua reforma pelo caminho da santidade e o que o seu exemplo implica para cada época da Igreja, inclusive a nossa.
1. A conversão de Francisco
Para entender um pouco da aventura de Francisco é preciso partir da sua conversão. Desse evento existem, nas fontes, diferentes descrições com notáveis diferenças entre si. Felizmente temos uma fonte absolutamente confiável que nos dispensa de escolher entre as várias versões. Temos o mesmo testemunho de Francisco no seu Testamento, a sua ipsissima vox, como se diz das palavras certamente ditas por Cristo no Evangelho. Diz:
«O Senhor concedeu a mim, irmão Francisco, que começasse a fazer penitência assim: quando eu estava nos pecados parecia-me muito amargo ver os leprosos: e o próprio Senhor conduziu-me entre eles e fui misericordioso para com eles. E ao afastar-me deles, o que me parecia amargo foi-me trocado por doçura de alma e corpo. E, depois, demorei só um pouco e saí do mundo” » (FF 110).
É sobre esse texto que justamente se baseiam os historiadores, mas com um limite intransponível para eles. Os historiadores, mesmo os mais bem intencionados e mais respeitosos com as peculiaridades da vida de Francisco, como era, entre os italianos Raoul Manselli, não conseguem entender o porquê último da sua mudança radical. Detêm-se – e com razão, por causa do seu método – na porta, falando de um “segredo de Francisco”, destinado a permanecer assim para sempre.

“Perseguidos e esquecidos?”. É cada vez pior a situação dos cristãos em 20 países do mundo devido à perseguição e descriminação.



tumblr_lqijd8kQJM1qbgton
A organização católica internacional Ajuda à Igreja Que Sofre (AIS) denunciou em um recente relatório como a situação dos cristãos em 20 países do mundo piorou gravemente devido à perseguição e descriminação religiosas.
Um resumo do relatório, intitulado “Perseguidos e esquecidos?” feito para chamar a atenção sobre este grave problema que atrai pouca atenção no Ocidente, foi entregue pelo chefe de imprensa da AIS no Reino Unido, John Pontifex, à agência UCA News, com sede em Hong Kong.
“Todos os relatos dos incidentes da perseguição indicam que a mesma é cada vez pior e mais inclemente: igrejas incendiadas, cristãos pressionados a converter-se, violência de bandos contra lares cristãos, sequestro e abuso de meninas cristãs, propaganda anticristã nos meios e por parte de governos, discriminação em escolas e lugares de trabalho… e a lista continua”, expressou.
A Igreja no Oriente Médio poderia desaparecer
O relatório apresenta seus resultados por regiões, identificando os problemas que afetam os fiéis e sua condição atual. A primeira região analisada foi o Meio Oriente, qualificada como “a de maior preocupação”.
Nos países da região o fenômeno mais notório é o êxodo das comunidades cristãs que fogem da violência e das atrozes consequências dos conflitos sociais, como a guerra na Síria. Os efeitos da chamada “primavera árabe” foram a prepotência de grupos islâmicos radicais e a multiplicação da violência contra os cristãos em diversos países.

domingo, 8 de dezembro de 2013

A Inquisição Protestante que poucos conhecem.

images (2)

O artigo que segue, revela em rica bibliografia, os números de mortos, e requintes de crueldade dos incomparáveis tribunais eclesiásticos protestantes. E deixará claro que as levianas acusações protestantes contra a Igreja Católica sorrateiramente mudaram o significado da palavra “inquisição”, que quer dizer apenas: “sindicância”, “investigação”, em sinônimo de “matança de pessoas”. Ainda hoje, esse erro circula no meio protestante. Tal quimera caiu por terra, quando o renomado historiador Agostino Borromeo, após demorado estudo sobre a inquisição, concluiu que não chegaram a cem, o número de mortes, cometidas por católicos que em desobediência ao Papa, empregaram pena de morte contra os inquiridos.
Antes, abramos um parêntese, para de fato mostrarmos conforme os historiadores, que muita calúnia se lançou contra a Igreja Católica, no que concerne a falsa acusação de matança de “centenas”, “milhares” e até “milhões” de pessoas. Pura lenda, que na verdade não passava de mentira estratégica protestante, fomentada por anticatólicos como: Russel Hope Robbins, o apostata Doelling, Jules Baissac, Jean Français e Reinach.
O próprio Rui Barbosa quando principiante inexperiente, traduziu “O Papa e o Concílio” uma obra de um deles, Doelling, e se arrependeu mais tarde, proibindo no prefácio a publicação da mesma, pelas calúnias apaixonadas. Dizia mais tarde Rui Barbosa, quando maduro e experiente:“Estudei todas as religiões do mundo e cheguei à seguinte conclusão: religião ou a Católica ou nenhuma.” (Livro Oriente, Carlos Mariano de M. Santos (1998-2004) artigo 5º).
Publicou a Agência europeia de notícias Zenit: [CIDADE DO VATICANO, quarta-feira, 16 de junho de 2004 (ZENIT.org).- [Atualmente, os pesquisadores têm os elementos necessários para fazer uma história da Inquisição sem cair em preconceitos negativos ou na apologética propagandista, afirma o coordenador do livro «Atas do Simpósio Internacional “A Inquisição”».

DEUS É FIEL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTE N°