VEJA NOSSOS ÁLBUNS DE FOTOS NO NOSSO FACEBOOK: facebook.com/gruporenascercamocim

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Vaticano divulga calendário litúrgico do Papa para a Semana Santa

O Vaticano divulgou nesta quinta-feira o calendário litúrgico oficial com as celebrações que o Papa Bento XVI presidirá na Semana Santa, verdadeira "maratona" para o pontífice. O calendário foi publicado pela Sala de Imprensa da Santa Sé.
Segundo o Departamento das Celebrações Litúrgicas Pontifícias, como de costume o Domingo de Ramos - mesmo dia em que se celebra a 26ª Jornada Mundial da Juventude - será a cerimônia que abrirá as solenidades do período. Neste domingo, 17 de abril, a partir das 9h30, hora de Roma, Bento XVI preside na Praça de São Pedro a missa precedida pela bênção dos ramos e oliveiras.

Bolívia propõe tratado da ONU para reconhecer “direitos” da Mãe Terra.

Se a Organização das Nações Unidas concordar com a versão preliminar de um tratado que será apresentada pela Bolívia no fim deste mês, a “Mãe Terra” — inclusive insetos e árvores — receberão os mesmos direitos que têm os seres humanos, um plano que um proeminente especialista conservador em bioética classificou como “loucura total”.
O tratado consagrará para a “Mãe Terra” os direitos à vida, água e ar puro, e o direito de ser livre de poluição.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Espiritualidade ou Chocolate? Qual é seu compromisso para essa Quaresma?

 enviado por Dysnei Thaim - via email- colaboradora do Blog

Estamos na época de aproveitar as promoções de ovos de chocolate nos supermercados?


Não! Para nós, cristãos, a maior festa da Igreja não pode ser minimizada a quilos de chocolate e troca de ovos entre os amigos e parentes.


Semelhante ao Natal, não podemos ceder ao apelo comercial, que também ganha destaque nesse tempo de Quaresma.

Exercícios quaresmais

Imagem de DestaquePropiciam conquistas que não se alcançam por outros caminhos
Os exercícios quaresmais, na vivência litúrgica, oferecida pela Igreja Católica como preparação para a celebração da Páscoa do Senhor Jesus, o Salvador do mundo, são riquezas de um caminho que constituem uma das páginas insubstituíveis na qualificação da vida de todos. Esses exercícios trazem consequências e resultados mais fecundos na participação de cada pessoa na grande teia da cidadania, que cada um, em conjunto com outros, ajuda a tecer e manter. Exercícios que conquistam a saúde do corpo são indispensáveis, essa demanda gera na atualidade uma verdadeira indústria de serviços, que traz benefícios variados para além da questão estética, muitas vezes, buscada de maneira superficial na velocidade efêmera da vida que passa. É preciso também o suporte e a articulação com o que tece e sustenta a interioridade, o que está na mente e no coração. Com o que eiva a constituição cerebral de cada um com entendimentos, sentimentos e vivências. Propriedades de alimentar as transmissões que ali se operam para garantir, além do bem-estar, uma postura qualificada e madura diante da vida e na condução cotidiana.

Vaticano criará grupo de trabalho para corrigir o Catecismo da JMJ


O arcebispo de Viena, cardeal Christoph Schönborn, assegurou que a Congregação para a Doutrina da Fé criará “um grupo de trabalho” para corrigir “os erros de tradução” que foram produzidos na primeira edição do catecismo preparado para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), o chamado YUOCAT, apresentado na Sala de Imprensa do Vaticano.
A editora italiana Città Nuova teve que suspender “temporariamente” a edição desse catecismo para jovens por causa de um erro de tradução na pergunta sobre os métodos anticoncepcionais.
Essa edição sugere que os casais cristãos “podem recorrer aos métodos anticoncepcionais” para evitar ter filhos, já que a pergunta 420 na edição em italiano questiona se “um casal cristão pode recorrer aos métodos anticoncepcionais”, à qual se responde que, “sim, um casal cristão pode e deve ser responsável na sua faculdade de poder doar a vida”.

Cristãos perseguidos no mundo: “calvário não é um nome que pertence só à arqueologia e à antiguidade”.



Por padre John Flynn, L.C.

Um recente relatório publicado por Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) faz trilha da perseguição sofrida pelos cristãos em muitos países. O documento considera de modo especial a situação, verdadeiramente difícil, nos países do Oriente Médio.
No prólogo do informe ‘Perseguidos ou esquecidos? Um relatório sobre os cristãos oprimidos pela sua fé: edição 2011′, o patriarca latino de Jerusalém, arcebispo Foaud Twal, comenta que “calvário não é um nome que pertence só à arqueologia e à antiguidade”.
“É uma realidade contemporânea que descreve, em diferentes graus, o sofrimento de muitas igrejas no Oriente Médio, nas quais ser cristão significa aceitar que você deve fazer um grande sacrifício”, afirma.

Censo 2010: Você sabe qual é o estado do Brasil com maior presença evangélica?

Roraima, na fronteira do Brasil com a Venezuela e a Guiana, é o mais evangélico dos 26 Estados brasileiros, constata o Ministério de Apoio com Informação (Mai) com base nos dados do censo de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Da população de 421,4 mil habitantes, 50,8% estão vinculados a uma igreja evangélica.
A Assembléia de Deus, a maior denominação evangélica no país, também é a primeira no Estado, onde está estabelecida desde 1915, contando, hoje, com 368 templos.
Na capital, Boa Vista, o Dia Municipal dos Evangélicos, lembrado no segundo sábado de setembro, integra o calendário de eventos da cidade.
Os dados do Censo 2010 ainda não estão disponíveis, mas já se sabe que a população brasileira atingiu a marca dos 190,7 milhões de habitantes em agosto do ano passado.
Amapá teve o maior e o Rio Grande do Sul o menor crescimento populacional na década. Enquanto em 2000 81,2% dos brasileiros moravam em cidades, esse percentual aumentou para 84%, segundo o último levantamento.
Os evangélicos – de forma marcante o grupo pentecostal e neopentecostal – constituíram a família confessional de maior crescimento na primeira década do século XXI, com um índice anual de 7,43%. Se confirmada essa tendência pelo Censo de 2010, a população evangélica terá alcançado então a faixa dos 53 milhões de pessoas e chegará a ser metade dos brasileiros em 2022.
Fonte:  ALC

Cientista “prova” a existência de Deus: “A ciência nos dá o conhecimento do mundo e a religião nos dá o significado”

Através de leis da física e da filosofia, pesquisador polonês Michael Keller mostra que Deus existe e ganha um dos mais cobiçados prêmios. Ele montou a sua metodologia a partir do chamado “Deus dos cientistas”: o big bang, a grande explosão de um átomo primordial que teria originado tudo aquilo que compõe o universo.
Como um seminarista adolescente que se sente culpado quando sua mente se divide, por exemplo, entre o chamamento para o prazer da carne e a vocação para o prazer do espírito, o polonês Michael Keller se amargurava quando tentava responder à questão da origem do universo através de um ou de outro ramo de seu conhecimento – ou seja, sentia culpa.

Se fosse você? Eletricista rejeita oferta de trabalho,estando desempregado. Porque?


Tim com sua esposa Nicole e seus filhos August e Adeline Roach
Tim com sua esposa Nicole e seus filhos August e Adeline Roach


ACI
O jornal The Catholic Spirit da Arquidiocese de Minneapolis, nos Estados Unidos, destacou o testemunho de um eletricista católico que, apesar de estar desempregado desde julho de 2009, rejeitou uma suculenta oferta de trabalho na construção de uma clínica abortista da rede Planned Parenthood.
Em meados de fevereiro, Tim Roach, que tem dois filhos pequenos, recebeu uma ligação do sindicato local sobre uma oferta de trabalho. “Não podia chegar em um momento melhor. Os benefícios por desemprego de Tim estão por acabar. Não podia acreditar que estavam oferecendo um trabalho por um prazo de onze meses com um salário anual de 65 000 a 70 000 dólares”, contou o eletricista ao periódico.
Tim pensou que o emprego era perfeito mas logo recebeu a má notícia. Tratava-se de uma posição na construção da nova clínica da Planned Parenthood( Clinica abortista ) na avenida University da cidade de St. Paul.
“Ele (o representante do sindicato) não estava realmente seguro de que iam praticar abortos ali. O rapaz evitou o ponto, acredito, para buscar me atrair e que eu dissesse sim. Mas, me disse a mim mesmo: ‘Espere um minuto. É uma da Planned Parenthood’”, a maior rede de clínicas abortistas do mundo.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Dia inteiro de Confissão em Camocim

 ******Varios padres da diocese de Tianguá estiveram presentes hoje em nossa cidade confessando nosso povo católico das 8 da mnhã as 18 horas. Se você foi uma dessas pessoas que se confessaram em preparação para Paáscoa,  o blog traz pra você uma formação sobre o Sacramento da Reconciliação, pois como diz santo Agostinho: " Sena Igreja Não existisse a Remissão dos Pecados, não existiria Esperança!"

O Padre também se confessa?Os princípios de uma boa.
enviado por Dysnei Thaim- via e-mail - colaboradora do Blog
Por Padre Luizinho 
Por incrível que pareça essa pergunta é frequentemente feita a nós sacerdotes: “O padre se confessa, precisa seconfessar? “Com quem o sacerdote se confessa”?”Ser ministro do Sacramento da Reconciliação não nos deixa isentos das fraquezas e de infelizmente cairmos no pecado. O sacerdote como fiel adulto necessita e deve se confessar, vejamos o que diz o Catecismo da Igreja Católica: §1457 Conforme mandamento da Igreja, “todo fiel, depois de ter chegado à idade da discrição, é obrigado a confessar seus pecados graves, dos quais tem consciência, pelo menos uma vez por ano”. Certas pessoas pensavam que: o padre confessa com o Bispo, o Bispo com o Papa, tá bom e o Papa confessa com quem? O Papa tem o seu confessor, que até pouco tempo era um frade Capuchinho. Tem gente que até pensava que o padre se confessava com o espelho, não o padre não pode se absolver, ele sempre procura outro padre para se confessar.
Todos os anos os sacerdotes da Diocese de Lorena juntamente com o seu Bispo Dom Benedito Beni dos Santosparticipamos de uma manhã de espiritualidade em preparação dos Sacerdotes para A Semana Santa e Páscoa. Depois de uma reflexão muito profunda Dom Beni preside uma celebração penitencial onde os 60 padres se confessam uns com os outros. Eu me confessei com o Pe Marcos da Canção Nova e é bonito de ver, todos aqueles homens de Deus confessando, ora um usava a estola, ora o outro usava e perdoava os pecados. Graças a Deus padre também se confessa e experimenta a vida Nova em Cristo pelo Sacramento da reconciliação e damisericórdia.
Ouça esta formação na integra:
Porque é que Cristo instituiu os sacramentos da Penitência?
§1421 O Senhor Jesus Cristo, médico de nossas almas e de nossos corpos, que remiu os pecados do paralítico e restituiu-lhe a saúde do corpo, quis que sua Igreja continuasse, na força do Espírito Santo, sua obra de cura e de salvação, também junto de seus próprios membros. É esta a finalidade dos dois sacramentos de cura: o sacramento da Penitência e o sacramento da Unção dos Enfermos.

Na Polônia e em Roma a memória de João Paulo II será celebrada no dia 22 de outubro

  fonte: (ACI)

Um decreto assinado pelo Prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos do Vaticano, Cardeal Antonio Cañizares Llovera, determinou que no dia 22 de outubro de cada ano as dioceses de Roma e da Polônia celebrem a memória do futuro beato João Paulo II.
Conforme informa o L'Osservatore Romano hoje, 12 de abril, a data escolhida coincide com o aniversário do início de seu pontificado em 1978.
"Se dispõe que, no Calendário próprio da Diocese de Roma e das dioceses da Polônia, a celebração do Beato João Paulo II, seja registrada no dia 22 de outubro e celebrada, a cada ano, como memória.", afirma o decreto e especifica que será possível acrescentar o beato aos calendários de outras Igrejas locais, assim como dedicar templos em todo mundo, com a prévia aprovação do Vaticano.
A concessão inicial afeta à capital italiana porque como Pontífice, João Paulo II foi Bispo de Roma e se estende à Polônia, sua terra natal.

Americana faz circuncisão com base na Bíblia e quase mata bebê

A norte-americana Keemonta Peterson (foto), 29, de Portland, Oregan, tentou circuncidar seu filho de três meses de acordo, segundo ela, com o que lera na Bíblia e orientações de um vídeo do Youtube e quase matou a criança.

A tentativa da cirurgia ocorreu em outubro de 2010. Ela foi presa e solta na semana passada mediante o pagamento de fiança de U$ 500 (R$ 790). Agora, aguarda o julgamento.

Peterson usou como bisturi uma faca de cozinha e pinças como instrumentos auxiliares. Ela começou o procedimento por volta da meia-noite e se desesperou duas horas depois, com o sangramento continuo da criança. Chamou o socorro médico, e a criança foi internada em estado grave, mas sobreviveu.

Os médicos denunciaram Peterson à polícia.

Com informação do Daly Mail.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Preparação para a Festa da Páscoa


Os três domingos  consecutivos da  septuagésima, sexagésima e  quinquagésima (70, 60 e 50 dias  antes da Páscoa), tem por fim encaminhar  os  fiéis à preparação próxima da festa pascal.

Chama-se  Quaresma os 40 dias  de jejum e penitência que precedem à festa da Páscoa.  Essa preparação existe  desde o tempo dos Apóstolos, que limitaram sua duração a 40 dias , em memória do jejum de Jesus  Cristo no deserto. Durante esse tempo a  Igreja  veste seus  ministros com paramentos de cor roxa e suprime os cânticos de alegria: O Glória,  o Aleluia e o Te Deum.

Na  4ª.  feira depois do domingo da quinquagésima, dia que começa a Quaresma, a Igreja  faz  imposição das cinzas (quarta-feira de cinzas), para lembrar os fiéis que são pó  e  em pó hão de tornar.

Nesse  tempo santo, convém:

a) fazer penitência, observando a lei do jejum.

b) ouvir com freqüência a  Palavra de Deus.

c) preparar-se por uma boa confissão para comunhão pascal.

Em virtude de um indulto  especial, concedido  à América do Sul,  os  fiéis  de  21 anos completos até 60 anos de  idade, são obrigados  a  jejuar: com abstinência de  carne, na quarta-feira de  cinzas e nas sextas-feiras;  sem abstinência de carne, nas quartas-feiras e  na quinta-feira santa.

O quinto domingo da Quaresma chama-se o Domingo da Paixão. A partir  deste  dia a  Igreja,  em sinal de luto, encobre com um véu as  estátuas e as  imagens de Nosso Senhor e  dos  santos. Na sexta-feira  dessa semana é a festa de Nossa  Senhora das Dores.

A última  semana  é a  semana  santa;   chama-se santa, porque nesses dias se  comemoram os maiores mistérios praticados por Jesus Cristo para a redenção do gênero humano.

Exposição mostra momentos de oração do papa João Paulo II


João Paulo II reza absorto na capela, na procissão de Corpus Christi, as luzes, a multidão, o papa-móvel branco que se destaca na imagem. Depois, meditando em Lourdes, na França, diante da gruta, numa de suas últimas peregrinações, doente entre os doentes. E volta-se no tempo no distante 1981, quando é atingido pelos tiros e, depois, com os jovens em Roma enquanto distribui a comunhão.
Essas são algumas das 36 fotos da mostra dedicada ao futuro beato, inaugurada esta semana em Roma, Itália, no Pub GPII dedicado ao papa João Paulo II. A exposição é promovida pela Pastoral Jovem do Vicariato de Roma. O diretor da Pastoral, dom Maurizio Mirilli, explica a proposta. "O tema é João Paulo II e a Eucaristia. Nos últimos dias temos visto com frequência imagens do papa Wojtyla em momentos informais ou durante a jornada mundial da juventude, mas nós quisemos oferecer a imagem de um papa que reza, porque para João Paulo II a oração era o centro, o eixo de sua vida.

Deputado gay Jean Wyllys ofende cristãos e declara guerra aos “inimigos”

Em sua página do Twitter, Jean publicou várias mensagens dizendo que cristãos são doentes, homofóbicos, preconceituosos, violentos, ignorantes e fanáticos, e que ele se dedicará ainda mais a eliminar a influência do cristianismo na sociedade. O deputado enfatizou que seu mandato tem como foco a defesa dos interesses da militância gay e o combate a seus “inimigos”.
O deputado, que é membro da Frente Parlamentar LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e travestis) no Congresso Nacional, aproveitou para convocar seus seguidores para se juntar a ele em sua guerra particular. Jean obteve respostas diversas: angariou o apoio previsível de seus seguidores militantes da causa gay, e provocou a reação de inúmeros outros usuários da rede social, indignados com as ofensas do parlamentar aos cristãos e com seus ataques à liberdade de expressão, religião e comunicação.

Em protesto contra queima do Alcorão, muçulmano profana Bíblia na porta de igreja

A polícia prendeu o homem, identificado como Akhtar Hussain, um morador do bairro vizinho de Kasur, e registrou uma queixa contra ele sob a Seção 295-A do Código Penal do Paquistão.
A Seção 295-A diz: “Quem, com intenção deliberada e maliciosa ultrajar os sentimentos” religiosos de qualquer classe de cidadãos do Paquistão, com palavras, seja falada ou escrita, ou por representações visíveis insulta a religião ou crenças religiosas daquela classe, é punido com pena de prisão de qualquer descrição, por um período que pode ir até dez anos, ou multa, ou ambos.”
Segundo fontes policiais, Hussain tinha primeiro tentado forçar a entrada na Igreja onde um grande número de Cristãos foram assistir a uma missa especial, quando então os guardas de segurança nas portas pararam e pediram para a identificar-se.

Confirmado: Assassino de alunos em Realengo frequentou mesquita islâmica. Anotações revelam ligação com suposto grupo terrorista

Durante a série de depoimentos colhidos pela Polícia para a investigação, foi oficialmente assumido que o jovem assassino seria muçulmano radical, uma versão distorcida e extremista do Islamismo verdadeiro. Uma das irmãs do atirador revela que nos últimos anos ele frequentou uma mesquita no centro do Rio de Janeiro, contrariando a nota oficial da entidade afirmando que Wellington não frequentava templos da religião Islâmica.
Em cartas e manuscritos, revelados pelo programa Fantástico da TV Globo, foi possível também perceber a existência de um “grupo”, como ele chamava, liderado por um homem chamado de Abdul, que teria chegado de outro país para o Rio de Janeiro. Segundo relatos do próprio assassino para pessoas próximas, o grupo realizava reuniões fechadas na Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes, ambos na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Relativismo moral favorece a difusão do satanismo entre jovens, afirma perito.


fonte:  ACI

O perito em satanismo, Carlo Climati, denunciou que “a cada dia aumenta o número de jovens que se declaram seduzidos pelo diabo e a magia negra” com a ilusão de viver uma vida sem regras seguindo um “anjo rebelde”.
Em uma entrevista concedida no dia 5 de abril ao grupo ACI em Roma, Climati explicou que o satanismo “destrói aqueles valores universais que estão escritos no coração de cada ser humano”; cria confusão e “uma espécie de sociedade ao revés, onde o bem vira o mal e o mal vira o bem”.
Ele considerou que os jovens confundem o diabo com um “anjo rebelde”, e se deixam capturar “pela ilusão de uma vida aparentemente livre, sem regras”, por uma liberdade enganosa que os leva “a um estado de dependência e de escravidão”.
A moda satânica e do esoterismo se estende por todo mundo, “infelizmente, a sociedade moderna está com freqüência dominada pelo relativismo moral e isto favorece a difusão do satanismo”.
Climati explicou que freqüentemente, os jovens são “vítimas de uma solidão terrível, da incomunicação e de situações familiares difíceis”, e encontram no esoterismo uma “solução fácil e imediata para os seus problemas”, e o confundem com um jogo. “Nos últimos anos os jovens sofreram uma espécie de lavagem de cérebro que os empurra a não ter medo do mundo do ocultismo”, indicou.

domingo, 10 de abril de 2011

A importância do deserto‏

 enviado  por Rosinha- grupo de liturgia da Matriz- colaboradora do Blog

A importância do deserto
- “Jesus foi conduzido pelo Espírito ao deserto” (Mt 4,1).

Na completa desolação do deserto físico é possível:
  • Ver as coisas claramente, sem as distrações do mundo;
  • Viver na simplicidade, valorizando apenas as necessidades básicas para sobrevivência;
  • Discernir o que realmente importa para a vida (1Jo 2,16), como, por exemplo, que um copo de água é mais importante que um diamante.
Entretanto, como não moramos no deserto, nós precisamos chegar às mesmas conclusões citadas acima, mesmo vivendo em meio às distrações do mundo. E a Quaresma é o tempo ideal para deixarmos o Espírito Santo nos conduzir ao nosso deserto espiritual e nos falar ao coração (Os 2,16). Alguns, talvez, tenham dificuldade para ver a semelhança entre o deserto espiritual e o deserto físico, mas ela existe, de fato, pois tanto em um como em outro:
  • As tentações estão presentes, e podemos reconhecê-las claramente;
  • A tudo o que parece ser importante para o mundo, como bens matérias e prestígios, nada valem;
  • Tudo o que é desvalorizado pela sociedade secular, como, por exemplo, a Palavra de Deus, a oração, o jejum e o silêncio possuem um imenso valor espiritual;
  • Somente a proteção de Deus e o que Ele nos provê são importantes; e as consequências de nossa desobediência a Suas orientações nos serão fatais.
Na Sagrada Escritura, o deserto tem grande significado, pois ele é tido como um lugar de amor (Jr 2,2), para onde o Senhor nos atrai (Os 2,16) e derrama sobre nossos corações, através do Espírito Santo, todo Seu amor (Rm 5,5). É no deserto que nós, como os israelitas, somos alimentados apenas pelo maná do Senhor (Ex 16,35) e nos regozijamos plenamente (Is 35,1). Por isso, é importante refletirmos sobre o deserto; em especial sobre o nosso deserto espiritual, pois é nele que preparamos “um caminho para o Senhor” (Is 40,3).

por Pe. Inácio José do Vale, Professor de História da Igreja - Faculdade de Teologia de Volta Redonda
Católicos na Rede

Bento XVI e comissão estudarão situação da Igreja na China

De 11 a 13 de abril se reunirá no Vaticano a comissão instituída pelo Papa Bento XVI para estudar questões referentes a Igreja Católica na China.
Nesta reunião plenária será examinada a situação pastoral das "circunscrições eclesiásticas na China, com particular referimento aos desafios que a Igreja encontra em encarnar o Evangelho nas atuais condições sociais e culturais", explicou o comunicado publicado neste sábado, 9, no Boletim da Santa Sé.
Fazem parte desta comissão instituída em 2007 alguns membros de dicastérios da Cúria Romana especializados neste tema em questão e representantes do episcopado chines e de congregações religiosas presentes no país.
A primeira reunião plenária deste âmbito aconteceu em março de 2008 e teve como base a carta do Santo Padre escrita aos católicos chineses em 2007. Nas duas reuniões sucessivas, em abril de 2009 e março de 2010, foram discutidas a formação humana, intelectual e pastoral dos seminaristas e dos consagrados, bem como a formação permanente dos sacerdotes chineses.
Autor: CN Notícias

Líder da Igreja Católica da Bélgica leva torta na cara por suas opiniões sobre aborto e homossexualidade

Rebecca Millette
Arcebispo Andre-Joseph Leonard
 Andre-Joseph Leonard, arcebispo de Bruxelas, foi atingido no rosto com tortas de manjar na terça-feira por ativistas homossexuais que se opõem ao que o líder da Igreja Católica da Bélgica vem dizendo sobre a homossexualidade.
O arcebispo, amplamente reconhecido como um líder que foi empossado na Bélgica pelo Papa Bento 16 para reformar a esquerdista Igreja Católica da Bélgica, repleta de escândalos de abuso homossexual acobertados, vem sendo verbal e fisicamente atacado, e está sendo isolado por seu sólido catolicismo ortodoxo.
Nesta semana, um famoso comediante belga, conhecido como “O Melequento”, que já teve no passado como alvo de suas sátiras Nicolas Sarkozy, presidente da França, e Bill Gates, fundador da Microsoft, postou vídeos dos ataques com tortas no YouTube.
Pelo menos quatro ataques de tortas ocorreram antes e durante a apresentação da palestra do arcebispo na renomada Universidade de Louvain-la-Neuve perto de Bruxelas. Apesar de católica, essa universidade é esquerdista.
Essa é a segunda vez que o arcebispo Leonard foi atacado com tortas por ativistas homossexuais. Em dezembro de 2010, um homem correu até o arcebispo durante uma missa na catedral de Bruxelas e enfiou uma torta vermelha no rosto dele, aparentemente em conexão com suas declarações sobre a homossexualidade.

Papa nos dá o segredo de como vencer o relativismo moderno.

O autor da Carta aos Hebreus escreveu: “Ora, quem se alimenta de leite não é capaz de compreender uma doutrina profunda, porque é ainda criança. Mas o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que a experiência já exercitou na distinção do bem e do mal” (Hb 5, 13-14). Sem esse “alimento sólido”, que a Igreja chama de “fidei depositum” (o depósito da fé), ninguém poderá ser verdadeiramente católico e autêntico seguidor de Jesus Cristo.
Não há dúvida de que a maior necessidade do povo católico hoje é a formação na doutrina. Por não a conhecer bem, esse mesmo povo, muitas vezes, vive sua espiritualidade, mas acaba procedendo como não católico, aceitando e vivendo, por vezes, de maneira diferente do que a Igreja ensina, especialmente na moral. E o pior de tudo é que se deixa enganar pelas seitas, igrejinhas e superstições.

Quando a Igreja católica passou a ser chamada “Católica Apostólica Romana”?



Sabemos que Nosso Senhor ao fundar a Igreja não lhe deu um nome, mas apenas a chamou de “minha Igreja “(ecclesiam mean) (cf. Mt 16,18). Os Apóstolos e os primeiros cristãos sabiam que esta empresa de Cristo era para todo gênero humano.
Não foi à toa que Cristo mandou pregrar o Evangelho à toda criatura (cf. Mt 28,19). Assim a Igreja de Cristo é a Igreja de todos, portanto Católica. O adjetivo “Católica” aplicado à Igreja deriva do adjetivo grego “katholiká” que significa geral, em oposição ao específico. Por isso a Igreja é Católica, porque é a Igreja de Todos e para todos.
O primeiro registro histórico do uso da expressão “Igreja Católica” (Ekklesia Katholiká) é ainda no início do segundo século. Santo Inácio de Antioquia ao escrever aos cristão de Esmirna – que estávam aos cuidados do Bispo Policarpo (discípulo pessoal de São João Apóstolo e Evangelista) – usa esta expressão: “Onde quer que se apresente o Bispo, ali esteja também a comunidade, assim como a presença de Cristo Jesus nos assegura a presença da Igreja Católica” (Aos Esmirnenses 8,2). A expessão “Igreja Católica” também é encontrada e outros escritos do séc II, como em outras cartas de Santo Inácio, “Martírio de Policarpo de Esmirna” e entre outros.
Esta expressão foi consagrada durante o Concílio de Nicéia (325 DC), onde está escrito no credo “Creio na Igreja, Una, Santa, Católica e Apostólica” (Credo Niceno).

Massacre no Rio de Janeiro, Deus se omite ou Deus permite?



Renato Varges, Comunidade de Aliança Shalom, RJ

Enchentes, deslizamentos, desmoronamentos e mais de 1000 mortos na região serrana do Rio de Janeiro;
terremoto seguido de um devastador tsunami arrasa cidades inteiras no Japão e deixam mais de 20 mil mortos. Estes dois episódios trágicos já seriam suficientes para que o início de 2011 ficasse marcado como um dos mais tristes da história.
Mas, eis que na manhã do dia 07 de abril, fomos novamente surpreendidos pela dor e perplexidade diante do massacre brutal de pelo menos 12 adolescentes numa escola de Realengo, no Rio de Janeiro.
Inevitavelmente surgem os comentários, questionamentos, dúvidas e até acusações: Onde estava Deus? Seria Ele incapaz de impedir o mal? Como afirmar Seu amor diante de tragédias que causam sofrimento e morte? Como Deus pode se omitir e não salvar Seus filhos amados? Se Deus é amor, como é possível tanta dor e tristeza?
Perguntas deste tipo costumam compor o cenário de episódios dramáticos como os que temos testemunhado. No entanto, não há uma resposta lógica e direta que faça os homens compreenderem perfeitamente estes males. Diante de uma chacina sem precedentes nacionais como a que ocorreu no Rio de Janeiro, pouco adianta buscar explicações que nos permitam racionalmente entender como é possível tamanha violência e brutalidade.
O mistério do sofrimento está profundamente ligado ao mistério de nossa humanidade. Por isso, João Paulo II nos ensina que “no fundo de cada sofrimento experimentado pelo homem, aparece inevitavelmente a pergunta: por que? É uma pergunta acerca da causa, da razão e também da finalidade (para que?); trata-se sempre, afinal, de uma pergunta acerca do sentido”.1